Descobrindo a magia do possessivo em húngaro num verso de Weöres Sándor

Szervusztok!

Conforme planejei quando postei dias atrás minha primeira versão de Variáció, arriscarei aqui um breve comentário sobre a forma do possessivo que encontramos nos versos de Weöres por exemplo, no verso a hangok illata  (o aroma dos sons)

Primeiramente proponho conferirmos as formas básicas e significados dos substantivos que Weöres utilizou pra tecer a sua Variação: hang, illat, íz, e szín. 

De acordo com o dicionário Magyar-Portugál editado pela Akadémia Kiadó,

hang significa primeiramente voz, mas é também tom e som;

illat [pronuncia-se /íl-lót/, marcando a consoante dupla com uma breve pausa, com a tônica na primeira sílaba, como sempre em húngaro] significa cheiro agradávelperfume, aromafragrância;

íz [pronuncia-se /iiz/, com i longo] é palavra polissêmica, o dicionário indica três sentidos bem diferentes, mas no que se refere aos sentidos significa sabor, gosto, paladar; e

szín [pronuncia-se /siin/, também com i longo, e com n ‘verdadeiro’, como em inglês, não como pronunciaríamos ‘sin’ ou ‘sim’ em português, apenas nasalando a vogal] significa primeiramente cor, embora tenha, segundo o dicionário, uma porção de outros sentidos, inclusive tinta, aspecto, nível etc.

Em segundo lugar, vamos (re)lembrar que o –k é a marca do plural em magiar, daí que as formas hangok, illatok, ízek, e színek repetidas ao longo do poema significam, respectivamente, sons, aromas, sabores e cores. Notem bem que as vogais o e e antes do k, são mero recurso de ligação que a língua usa para produzir o plural, através de um mecanismo linguístico chamado harmonia vocálica (-ek combina com íz e szín, enquanto -ok casa bem com hang e illat).

Ora, se hangok em a hangok illata significa apenas sons, e se o verso se traduz como o aroma dos sons, então onde está o que é traduzido por dos? Em outras palavras, o que indica a relação de posse no verso? [Lembremos que o a antes de hangok é o artigo definido único em húngaro, podendo ser traduzido como o/a/os/as em português, dependendo do caso]

Resposta: o que indica o possessivo no verso a hangok illata é o –a colocado ao final de illat (aroma), que gerou a forma illata.  Ou seja é o aroma, ‘pertencente’ aos sons, que assume a relação de posse, e não os sons, que são os ‘donos’ do aroma, digamos.

Para entender melhor a radical diferença do possessivo no húngaro em relação às línguas da nosso tronco indo-europeu tomemos a frase a casa de Maria. Em inglês – para quem conhece os seus rudimentos – a gente pode traduzir a frase como Maria’s house (ou Mary’s house, se o nome for também traduzido), concordam? E qual a lógica disso? Marcamos o nome da ‘possuidora’ com um sinal que indica que a casa lhe pertence.

Agora vamos traduzir essa frase para o húngaro. Para facilitar as coisas, casa em húngaro é ház. [Deixemos pra outra hora o fato de que ház pode significar também um prédio de apartamentos, e que quando se diz ao telefone ‘estou em casa’ não se usa ház, risos].

Pois bem, a casa de Maria em húngaro a fica a Mária háza. Como se pode notar, ao contrário do que ocorreu em inglês, Maria, a possuidora, não sofreu marca ou alteração (a não ser uma adaptação do nome ao húngaro, onde ele tem o primeiro a longo, aberto).  Mas ház (casa) sofreu uma alteração: virou háza, sendo esse -a final a marca de coisa possuída, no caso por Maria.

Apelando para imaginação seria como se disséssemos normalmente em português algo como Maria casa-sua (dela). Ou como se Mary househers fosse correto em inglês.

Espero que este post não tenham ficado confuso demais para impedir que eventuais visitantes curiosos do blog – os não-falantes nativos do húngaro, como eu, quero dizer – se animem a destrinchar o possessivo no outros versos do poema de Weöres, inclusive enfrentando a ‘pegadinha’ do j em hangja nos versos 4, 9 e 12.

Variáció

a hangok illata                                                                                                                                     az illatok íze                                                                                                                                         az ízek színe

a színek hangja                                                                                                                                      a hangok íze                                                                                                                                          az ízek illata

az illatok színe                                                                                                                                        a színek íze                                                                                                                                           az ízek hangja

a hangok színe                                                                                                                                       a színek illata                                                                                                                                       az illatok hangja

Depois volto pra conversarmos mais… 🙂

Abraços.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s