Turmix* cultural da Hungria de hoje

Quando as tensões raciais e étnicas se acirram na Europa em geral e na Hungria em particular, com a animosidade entre magiares “brancos” e ciganos explodindo em violência, como vimos aqui, é muito bom ver um programa de TV tratar da riqueza cultural que compõe a Hungria de hoje.

O programa Kanapé /kónópêê/ (canapê, sofá), do canal estatal Duna Televizió (TV Danúbio), começa com um grupo contemporâneo fazendo música da tradição cigana, cantada em língua roma. Depois o apresentador entrevista Balogh Robert (que teve um conto postado aqui) sobre a trilogia de livros que ele escreveu tratando da etnia germânica schváb (suábia) que vive na Hungria.

Em seguida quatro atores da companhia HOOPart apresentam um trecho de uma peça também de Balogh Robi. Ouvimos depois mais música cigana tradicional, seguida de uma entrevista com dois membros da banda, inclusive a cantora. Aí vem a entrevista com um cantor africano-magiar, que também apresenta um belo canto negro tradicional em inglês. Finalmente um músico amênio-magiar é entrevistado e o programa termina com ele tocando seu acordeon.

Tirando o “spiritual” cantado em inglês, o que é mais fascinante é confirmar a orientalidade que marca a música tradicional feita na Hungria, que evoca as orígens asiáticas desse povo tornado centro-europeu há apenas mil e cem anos.

Quem entende o magiar, vai, obviamente, poder curtir o programa todo. Espero que os outros curtam os números musicais, além da bela e estranha sonoridade da fala magyarul.

Confira o programa aqui

* Turmix em húngao é vitamina de frutas feita no liquidificador. Durante a entrevista Balogh Robi a usa “turmix centro-europeu” pra se referir à sua própria mistura étnico-cultural.

abraços
Natal, dia de Reis de 2010

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Turmix* cultural da Hungria de hoje

  1. Muito bom para variar um pouco né Chico ?!

    Espero que esse racismo seja somente ufanista e não atrapalhe a boa convivência entre os povos ….
    Os ciganos não estão sozinhos nessa… ainda tem os Bascos na Espanha/França e os Curdos em todo o oriente médio, sem falar nos Judeus ….

    Viva os húngaros e seus valores !

  2. dana paulinelli

    Uma cultura tão rica e desconhecida essa que tu nos apresenta, que ler os teus posts hungaro-maníacos é como ler contos fantásticos sabendo que são reais.
    Lindo isso.
    Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s