Síku Hajdúszoboszlón… mais malabarismos da língua magyar

Acho que vou fazer um pequeno arrodeio explicativo pra poder entrar no assunto que o título sugere.

no Museu Vasarely, Budapeste

no Museu Vasarely, Budapeste

Fui parar na Hungria no verão (europeu) de 98 pra fazer um curso intensivo de um mês e assim conseguir um certificado internacional como professor de Inglês, o CELTA, fornecido por um órgão da Universidade de Cambridge blablabla.

Fiz o tal curso, recebi o tal paper e terminei sendo convidado pra dar aulas lá, o que topei depois de relutar um pouco (outra hora explico porque). Fiquei até o verão seguinte, com uma rápida volta à Inglaterra no meio.

Digo ‘volta’ porque, até ir pra Budapeste, eu tava morando no Reino Unido. Tinha me acoplado, digamos assim, a um movimento budista fundado por um inglês, e já em 95 saíra do Brasil atrás de meditação, estudos budistas e vida comunitária, the whole package oferecido pelo movimento, conhecido como FWBO, de Friends of the Western Buddhist Order.

Zoom out, fade, zoom in… apareço eu morando em Debrecen, agradável cidade do leste húngaro, e pegando quatro vezes por semana um trem madrugador pra uma cidadinha vizinha, um conhecido (lá por eles, claro) balneário termal com o nome ameaçador de Hajdúszoboszló, onde dou aulas numa empresa chamada TIGÁZ, que, como o nome sugere, era uma distribuidora do gás regional da região além-Tisza. O Tisza, como todo mundo no Brasil está canso de saber, sendo o grande rio que cruza o leste da Hungria de cima a baixo e inundava imemoriavelmente a grande planície (v. abixo), tornando-a uma das melhores áreas cultiváveis, e portanto, cobiçadas, da Europa.

cacimba na puszta magiar

cacimba na puszta magiar


Debrecen e Hajdúszoboszló estão bem no meio da grande magyar puszta, a grande estepe planíssima que forma a bacia dos Cárpatos, que são, por sua vez, a grande cordilheira em forma de “C” ao contrário que define a orografia e outras fias leste- e centro-européias.
Todos ao Google Maps conferir…

Outra hora conto alguns causos da minha vida de exilado na magyar puszta. Agora tou com sono e o que quero mesmo é aproveitar pra apresentar umas letrinhas e sons novos do magyar.

Primeiro a famosa letra “bi” SZ, nada mais nada menos do que o representante permanente e constante do nosso som S em sabão ou suvaco, ou do nosso SS em… nosso! Ou nooosssa! pra quem quiser uma franga mais soltinha.

Em seguida o J, que é na verdade uma semivogal com som de Y em boy. Pra qualquer coisa que admira, apieda, ou simplesmente enche a paciência, se diz lá também Jaj Istenem! (Ai meu Deus!), que se pronuncia “yoy ishtenem”, sendo que o “m” é igual ao do inglês, sempre de lábios fechados no final.

O H é frontalmente aspirado, como o do inglês him, ou her, e não rascante ou gutural; é mais como nosso r em rua, na fala natalense.

E o A sem acento agudo (Á, com “acento”, é para eles uma outra letra) se pronuncia parecido mais com um nosso O, só que um pouco mais em baixo (meio como um A que a gente faria com um palito de picolé de médico prendendo a língua em baixo).

Como já vimos noutro post que a letra S se lê sempre como x de xadrez, ou sh de she em inglês, então já podem arriscar o Hajdúszoboszló sem medo de se machucar, right?

Ficaria marromeno assim: Rói-dúú-ssô-boss-lôô.

Quanto ao Síku, já sacaram que é chico grafado magiarmente. Porque um húngaro desavisado leria “chico” como “tsrri-tso”, e “francisco” como “fron-tsish-tso”. Disso vocês já tiram que o som da letra C deles é “TS”, né?

Mas disso falaremos noutro dia de “leves” de letrinhas à magiaresca.

Viszlát! (té mais ver)
CMG

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Síku Hajdúszoboszlón… mais malabarismos da língua magyar

  1. Solange

    Olá adorei o site, as matérias…tudo muito interessante.
    Gostaria de saber se você tem o alfabeto e as pronúncias das letras para disponibilizar.
    grata
    Solange

  2. Pingback: Amor à planície… meu encontro com a Nagy Alföld « HungriaMania

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s